reabsorção...

E quando tudo dá errado? O que fazer?
Esse é o ponto crucial entre a experiência e a falta dela. Iniciantes estão sujeitos a criar zilhões de problemas para si e para seus párias e muitas vezes não tem a capacidade de perceber tais problemas.
Tomar a atitude de criar algo - servidores por exemplo - é algo que requer bastante responsabilidade e o velho cacife. Mas isso não significa que estou declarando que é para não se fazer. "Faça o que tu queres...", sempre vai valer muito mais.

Sendo assim quais atitudes tomar diante de tais casualidades?
Segundo um livro de Dion Fortune - Autodefesa Psiquica, diante de uma situação parecida, ela que percebera que externalizou num momento de raiva uma força, da qual tinha aparência de lobo (se não me engano), ou um cachorro viu-se diante de um dilema. O sentimento que gerou tal forma era genuíno, quero dizer que fazia sentido para ela. O ocorrido aconteceu de forma inconsciente. Como tinha vários treinos constantes esse é um problema corriqueiro para os adeptos.
Ao confirmar suas suspeitas foi lhe dada uma solução para o caso. E não foi um banimento. Um banimento não destrói ao meu ver o problema, ele distancia somente. Neste distanciamento ocorre que a forma ainda age, provavelmente no primeiro coitado do caminho que se enquadre nos requisitos da fome desta forma. O que foi indicado ser feito fora uma reabsorção. Simples? Nem tanto.
Reabsorver  algo implica que todo o acúmulo desta forma será digerida pelo seu criador. Isso implica que se houver ainda brechas em sua condição emocional ou psíquica, esta forma poderá causar sérios danos, provavelmente temporários, mas nada prova que de fato passarão.
Basta pensar que se a razão pela qual externalizou a forma ainda é algo que não tem uma resolução factual, essa ferida poderá piorar.
Sendo assim como fazer isso de forma segura?
Primeiro, antes de mais nada, é preciso compreender a razão pela qual tal coisa ocorreu. Isso requer no mínimo muito bom senso para avaliar, pesar e medir o caso. Superar a razão é não só o primeiro passo como também é a forma de começar a criar a sua defesa diante do esforço de reabsorver a energia. Fazer isso ajudará a você não se prejudicar mais.
Segundo você precisará escolher o momento e seguir os passos mais básicos para criar um clima e uma situação propícia.
Sendo assim você terá mais chance de ter algum sucesso com isso.
É interessante pedir auxílio de qualquer força que você tenha intimidade, para que esta lhe de uma força na situação.
O resto é muito simples, basta ordenar que tal forma compareça no momento. Quando souber que esta se encontra trave um diálogo rápido com o intuito de fortalecer sua autoridade. É interessante ter cuidado nesse ponto para não ser ludibriado, vai que tal forma tenha habilidades maiores do que você imagina. E como todo ser vivo este vai fazer de tudo para sobreviver, o que implica que este vai fazer de tudo para fugir ou lhe atacar. Aí entra a proteção citada antes.
Sendo assim, se de fato a questão como um todo já estiver bem resolvida em você, provavelmente as atitudes desta força não lhe atingirão como poderiam. E assim sendo fale para ela o que será feito em tom de ordem. Algo como "você será absorvido agora e terá fim neste momento!". Tome bastante cuidado para não ser agressivo ou utilizar-se de sentimentos mais baixos, coisas das quais podem reabrir feridas. Isso dará força à forma e poderá criar confusões e ilusões.
Visualize o auxílio trazendo, nem que seja à força, a forma para perto de você. Neste momento visualize tal forma sendo absorvida pedaço por pedaço até que não sobre mais nada. Ao fazer isso visualize uma energia maior do que você vindo e lhe cobrindo por inteiro. Se achar necessário expelir algo, saliva ou mesmo o ar dos pulmões, faça. Se fizer visualize tal energia expelida sendo pega pela força auxiliadora e esta dando um destino justo para ela.
Ao fim visualize alguma força de cura vindo para você e lhe purificando. Neste ponto pode procurar agradecer o auxílio e diga para ele que tudo está terminado, que ele pode voltar.
Finalize com uma oração ou algo do tipo.
O resto vai ser só com você, nos dias que se sucederão ao caso. Coma bem, durma bem, evite entrar em conflitos para não reativar algo e expelir nada nesses atos. Se for um servidor do qual você não declarou data de validade procure fazer isso sem muito receio. Este provavelmente não tem ainda (dependendo do tempo e das situações relacionadas) capacidades maiores do que as que você depositou.
É possível que você se sinta melhor do que antes e isso depende do caminho como um todo.
Contudo vem a questão: por que reabsorver e não expulsar?
Pra responder isso basta pensar no karma. Vale a pena liberar no universo algo do qual poderá ainda causar mal a alguém? Reabsorver é a forma para já dar uma equilibrada nesse ponto. Você tá impedindo que coisas depois ocorram. Nesse caso não se deve esperar que simplesmente aquilo irá acabar e pronto. Como falei no começo é necessário responsabilidade com tudo o que se faz, mesmo que isto não tenha ocorrido por vontade própria.
É provável que nesse processo haja todo um crescimento interno de você. O que implica que sempre aprenderemos com os nossos erros.
Dúvidas e ideias melhores postem abaixo.
Comentários
0 Comentários